Alexander Volkanovski: biografia do lutador UFC

UFC / 8 fevereiro, 2023

A lista de lutadores campeões do UFC em duas categorias de peso diferentes não é muito longa. E fica ainda menor quando pensamos naqueles que foram campeões de duas categorias de peso diferentes, ao mesmo tempo.

Conor McGregor foi o primeiro, sendo campeão do peso-pena e do peso-leve. Desde então, apenas mais três lutadores conseguiram o feito: Daniel Cormier, Amanda Nunes e Henry Cejudo.

A lista pode ganhar um novo nome em breve, quando Alexander Volkanovski, que já detém o cinturão dos pesos-pena, enfrentará o russo Islam Makhachev, tentando conquistar também o título do peso-leve do UFC.

Temas

Quem é Alexander Volkanovski?Estatísticas do Alexander VolkanovskiAs melhores lutas de Alexander VolkanovskiVolkanovski x HollowayVolkanovski x AldoVolkanovski x JungConclusãoQuem é Alexander Volkanovski?

Nascido em Shellharbour, a cerca de 100 quilômetros de Sydney, Alexander Volkanovski é filho de imigrantes: sua mãe é grega e seu pai macedônio. Mesmo assim, defende no UFC as cores do seu país-natal: a Austrália. Ele é casado e tem duas filhas.

Aos 34 anos, Alexander Volkanovski é atualmente um dos principais nomes do Ultimate, sendo o primeiro colocado do ranking peso-por-peso do UFC. Esse ranking reúne a totalidade de lutadores da organização, sem considerar sua categoria de peso.

Volkanovski tem 34 anos e um cartel quase perfeito. O australiano chegou ao maior evento de MMA do mundo ostentando o título de outros eventos menores e não fez feio: até aqui nunca foi derrotado no octógono do Ultimate, em uma invencibilidade que já dura quase uma década.

Estatísticas do Alexander Volkanovski

O australiano é faixa preta no jiu-jítsu brasileiro, mas apesar disso tem poucas lutas ganhas por submissão de seu adversário. No entanto, pode se orgulhar de também nunca ter sido finalizado.

O lutador fez a sua estreia no MMA em 2012, conseguindo uma vitória por decisão unânime contra Gerhard Voigt. Conheceu a sua primeira e única derrota na carreira em seu quarto combate, sendo nocauteado com um chute na cabeça por Corey Nelson.

Desde então, quase uma década se passou sem que Alexander Volkanovski tenha sido derrotado novamente.

Mais:  Começa o Indian Wells, o primeiro Masters 1000 de tênis da temporada

O australiano fez a sua estreia no UFC em 2016, no UFC Fight Night 101, em Melbourne, na Austrália. Na ocasião enfrentou o japonês Yusuke Kazuya no peso-leve e venceu com um nocaute no segundo round.

Essa foi a única luta de Volkanovski no peso-leve do UFC, já que em seu segundo combate já retornou para a sua divisão de origem, o peso-pena. No Ultimate ele ostenta um cartel impecável, tendo alcançado 12 vitórias nos seus 12 combates.

Já no geral o cartel de Alexander Volkanovski traz 25 vitórias, sendo 12 por nocaute, 3 por finalização e 10 por decisão dos árbitros. No mais, tem apenas uma derrota.

As melhores lutas de Alexander Volkanovski

Atualmente, Alexander Volkanovski é o lutador mais temido de toda a divisão dos pesos-pena do UFC. Esse status foi conquistado depois de quatro defesas de título, todas com sucesso.

O estilo de luta de Volkanovski é totalmente baseado em boxe e wrestling, com o australiano sendo bastante reconhecido também por conta de seu excelente condicionamento físico.

Até aqui ele entrou em ação por 12 vezes no octógono mais famoso do mundo e saiu de todas essas lutas como o vencedor.

Entre todas as lutas de Alexander Volkanovski pelo maior evento de MMA do mundo, as que apresentamos a seguir são as que merecem maior destaque.

Volkanovski x Holloway

O havaiano Max Holloway foi o responsável por encerrar o reinado de José Aldo como campeão do peso-pena, calando a Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro, no UFC 212.

O que ele não poderia prever é que o seu reinado duraria pouco, já que pouco tempo depois acabou sendo derrotado por Alexander Volkanovski em sua quarta defesa de cinturão.

Para alguns poderia parecer apenas um golpe de sorte, mas desde então Alexander Volkanovski e Max Holloway já se enfrentaram por mais duas vezes e, assim como na primeira, foi o australiano que saiu como o vencedor.

Volkanovski x Aldo

José Aldo recentemente foi indicado para integrar o hall da fama do UFC como um dos maiores lutadores da organização de todos os tempos. O brasileiro é até hoje o maior campeão do peso-pena do Ultimate, com 7 defesas de cinturão exitosas.

Mais:  Copa Betano do Brasil 2023 estabelece recordes de premiação, público e audiência

Após perder o cinturão pela segunda vez para Max Holloway, Aldo vinha em franca recuperação com vitórias sobre Jeremy Stephens e Renato Moicano, mas não conseguiu segurar a juventude e o talento de Volkanovski.

O australiano veio até o Brasil e derrotou José Aldo no UFC 237 diante de uma Jeunesse Arena completamente lotada no Rio de Janeiro.

Volkanovski x Jung

Um lutador não recebe o apelido de “zumbi coreano” sem um bom motivo. Chan Sung Jung tem a rara habilidade de continuar lutando agressivamente mesmo depois de levar duros golpes de seus adversários.

Foi essa habilidade que fez Jung ser alçado ao posto de desafiante número 1 dos pesos-pena e enfrentar o campeão Alexander Volkanovski, mas isso não foi o suficiente para sair com a vitória e com o título.

No final, o Korean Zombie terminou nocauteado ainda no início do quarto round da luta principal do UFC 273 em Jacksonville, na Flórida, em abril de 2022.

Conclusão

Alexander Volkanovski tem uma mentalidade vencedora e foco durante todo o combate. Essas características ajudam o campeão a superar os maiores desafios, sem grandes dificuldades, dentro do octógono.

Essa concentração torna o lutador um grande perigo para todos os adversários. Somando isso ao seu vigor físico, consegue quase todas as suas vitórias por decisão dos árbitros. Volkanovski tem atualmente 12 lutas pelo UFC e apenas em 4 delas conseguiu um nocaute.

O lutador é um dos principais nomes da organização na atualidade. Para quem gosta de apostar no UFC, é um grande nome a acompanhar e, agora, ele pode escrever o seu nome na história da competição, caso consiga o seu cinturão em uma segunda categoria de peso.